União Desportiva e Cultural do Forte

udcfc.logo

A União Desportiva e Cultural do Forte foi fundada a 20 de janeiro de 1991. Lavrou a sua Escritura Pública no 1º Cartório Notarial de Vila Franca de Xira a 26 de julho de 1991 e viu os seus Estatutos publicados em Diário da República a 3 de outubro do mesmo ano.

A ideia de formar a Coletividade nasceu após um jogo de futebol entre solteiros e casados ocorrido na manhã de 20 de janeiro de 1991 e, nessa tarde, formou-se a Comissão Instaladora que deu o pontapé de saída para o UDCF.

Inicialmente tinha como sede provisória o Café Central no Forte da Casa, utilizado para endereço postal e a realização das primeiras reuniões.

Na primeira Assembleia-geral, a 30 de novembro de 1991, foram eleitos os primeiros Corpos Sociais da Coletividade que puseram mãos à obra, abrindo a primeira Sede Social no Largo Luís de Camões. Nesta primeira sede só se permaneceu de 1 de janeiro a 31 de março de 1992, devido à venda deste espaço que tinha sido cedido por aluguer. Fez-se a mudança para um espaço mais pequeno até junho de 1995, data em que se ocupou as atuais instalações na Rua Padre Américo, onde se poderia proporcionar melhores condições aos associados.

Atualmente, reportando a dezembro de 2005, o Clube conta com 650 associados devido a uma última atualização do ficheiro de sócios realizada a partir de 1 de outubro de 2003. As atuais instalações, com uma área aproximada de 240m2, têm um pequeno bar com cozinha devidamente equipada, uma sala de jogos, uma sala de leitura, utilizada também para reuniões, e um espaço multiusos utilizado para as mais variadas iniciativas recreativas e culturais que tem instalado um ecrã gigante para se poder assistir aos eventos desportivos transmitidos pela televisão.

Na área desportiva, o Clube tem movimentado algumas centenas de jovens que continuam a aumentar o palmarés do Clube nas mais diversas modalidades:

Basquetebol

No início, na época de 1992/93, esta modalidade surgiu com uma equipa de mini-basquetebol e outra de iniciados masculinos. Posteriormente, criou-se uma equipa feminina, também em iniciados, e outras de cadetes masculinos e femininos. Esta última, tem sido, provavelmente, a que mais tem contribuído para o palmarés com as inúmeras participações e conquistas em eventos como o Campeonato Distrital, o Campeonato Nacional – zona sul, a Taça Nacional Sul, o Torneio de Encerramento, o Torneio das Vindimas, o Torneio Internacional Tomaz Solla, o Torneio da Páscoa da ABLisboa, o Torneio Internacional da Amadora, entre outros. Atingindo as idades de seniores, começaram por disputar a 2ª Divisão do Campeonato Nacional.

Futebol

Apesar da falta de campo de futebol na vila, o Clube formou, na época de 1992/93, uma equipa de juvenis de futebol de 11 e utilizava, por aluguer, o campo de Santa Eulália, na vizinha freguesia de Vialonga. Equipa que manteve durante três anos. Neste período, a equipa conseguiu, respetivamente, um 11º, um 6º e um 5º lugar no Campeonato Distrital da 2ª Divisão.
Em 1997, o Clube voltou ao futebol, mas desta vez ao futebol 5, mais propriamente à 2ª Divisão Distrital de juvenis da Associação de Futebol de Lisboa. Em 1999, criou-se uma equipa de futsal, em juniores, para disputar a 2ª Divisão Distrital de juniores da A.F.L., conseguindo vencer a sua série e atingir o 4º lugar da fase final. Por esta altura, o Clube tinha já uma equipa de infantis e outra de iniciados que começavam a dar cartas pelas competições por onde passavam.
Na época 2001/02, a equipa de futsal em seniores classificou-se em 7º lugar no respetivo campeonato e a equipa de iniciados foi Campeã Distrital. Mais recentemente, em 2004/05, os seniores conseguiram vencer a 2ª Divisão Distrital e foram coroados campeões.

Karaté

Esta modalidade é a mais recente da Coletividade, iniciou-se na época de 2002/03, e destina-se à aprendizagem e eventual participação em algum festival para que seja convidada.
Na época de 2003/04, os atletas do Clube disputaram o Campeonato Nacional da Liga Portuguesa de Karaté Shotokan, e dois atletas foram selecionados para a Seleção Nacional de Karaté que representou Portugal no Campeonato Europeu – ESKA 2004 que se disputou em Cádis, Espanha, nos dias 26, 27 e 28 de novembro de 2004.
Recentemente, o União organizou o I Campeonato Nacional da Liga Portuguesa Karaté Shotokan de pré-infantil a juvenil, tendo obtido três 1os lugares, cinco 2os lugares e dois 3os lugares.

Ginástica

Desde 1992 que o Clube mantinha uma classe de ginástica, inicialmente de manutenção e posteriormente de aeróbica, mas, em 1999, por falta de praticantes a classe foi encerrada. Nesta modalidade, o Clube teve ainda uma classe de ginástica infantil e outra de trampolim.
Em 2001/02, relançou-se a modalidade, contando agora com duas classes, uma de dança infantil e outra de ginástica de manutenção que estão a ter uma adesão muito positiva. E a 25 de maio de 2002 organizou-se o primeiro festival gímnico denominado I GIMNO GUM 2002 que encheu de público o Pavilhão Municipal do Desporto e da Juventude do Forte da Casa. Este festival repete-se todos os anos como aconteceu em maio de 2005.

Cultura e Recreio

Neste capítulo, o Clube destaca-se pela diversidade: excursões a diversos pontos do país; torneios de sueca; chinquilho; snooker. Na sua maioria integrados em comemorações de datas festivas como o 25 de Abril ou Fortíadas.
Criou-se uma pequena biblioteca onde já se encontram cerca de 1000 obras, contando aumentá-la com o apoio dos associados e das autarquias locais. Em novembro de 2001, realizou-se a 1ª Noite do Fado do União que encheu a casa, tendo-se seguido mais três que ocorreram em fevereiro de 2003, janeiro de 2004 e 2005.
Continuam as aventuras do grupo de associados "Os Amigos do União", cujo objetivo é manter a boa forma física jogando futebol aos domingos de manhã e que no final da época realizam um desafio de futebol de 11 seguido de um almoço. O último aconteceu em Fronteira no Alentejo, em junho de 2005.